Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Na correria do dia a dia os socorristas do Siate do Corpo de Bombeiros estão acostumados a atender situações de pessoas que caem em calçadas e ficam feridas em Curitiba. Normalmente são pessoas idosas, vítimas dos degraus que se levantam com o tempo. Só que na madrugada desta quarta-feira (13) aconteceu algo inusitado. Uma mulher de 50 anos ficou ferida por culpa das calçadas, mas a história foi diferente.

De acordo com os bombeiros, a mulher e mais três amigos trabalham em uma lanchonete na Rua Cruz Machado, no Centro. Após o serviço, eles foram até um bar próximo tomar uma cerveja e botar o papo em dia. Na volta, já sob o efeito da gelada, o grupo caminhava pela calçada, quando um deles tropeçou e caiu sobre a mulher de 50 anos.

“Ela teve uma fratura no tornozelo e ficou ferida. O estado de saúde é tranquilo, nós prestamos todos os atendimentos necessários e levamos ao Hospital Evangélico. Foi uma história bem diferente mesmo”, contou o cabo Emerson.

O amigo responsável pelo ferimento foi ao hospital prestar apoio à mulher, bastante chateado com o que aconteceu, mas culpando a calçada.