Do Portal Catve.com

Um homem morreu após ser abordado por fiscais da Receita Federal na aduana da Ponte da Amizade no fim da tarde deste sábado (28), em Foz do Iguaçu. Pessoas que passavam pela aduana no momento da abordagem registraram em vídeo o rapaz imobilizado no chão, de barriga para baixo, com as calças abaixadas até a altura do joelho. No vídeo não é possível ver se ele portava algo ilícito. A informação é que ele não teria obedecido a voz de abordagem, o que é refutado por familiares. Foi necessário o uso de spray de pimenta, que teria sido a causa da morte, já que ele seria alérgico ao armamento.

(Foto: Reprodução)

Nas redes sociais, a esposa de Ademir Gonçalves Costa, de 39 anos, prestou as últimas homenagens ao esposo. Thais Goulart relatou que o marido estava voltando do Paraguai quando foi derrubado da moto. Para imobilizá-lo, os agentes da Receita Federal usaram spray de pimenta. A mulher confirmou que o marido era alérgico.

Amigos de Ademir  usaram o Facebook para lamentar a morte. Um deles pediu justiça e que o caso seja esclarecido:

Ontem meu amigo Ademir Gonçalves, morreu na aduana brasileira, após ser abordado pela Receita Federal, que supostamente disseram que estava levando drogas no estômago. Pior foi ver algumas Fan Pages de “noticias” colocar isso como título da matéria, sem menor responsabilidade, demostrando o que alguns canais de mídia fazem com a maioria da população iguaçuense“, disse.

A Polícia Federal é quem investiga o caso e, por enquanto, nenhum detalhe foi repassado sobre o que teria causado a morte do rapaz. Socorristas foram chamados à aduana, mas apenas constataram o óbito.

Para mais informações sobre o caso e a Região Oeste do Paraná acesse o Portal Catve.com clicando aqui.