Dia 26 de maio acontece a 13ª- edição do Ironman Brasil, em Florianópolis. A prova é a única seletiva na América do Sul, para a principal prova de Ironman do mundo que é disputada no final do ano, em Kona, Havaí. Ironman é o triathlon na sua maior distância, os impensáveis 3.8km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida.

Este ano são aproximadamente 2.000 mil atletas, de 35 países, que sonham em superar a distância e vencer o sonho de terminar um Ironman. Entre os inscritos, mais de 90% dos atletas são amadores e, por isso muitos alimentam mesmo apenas o sonho de terminar a prova, o que é sem dúvida uma grande vitória. Os três primeiros colocados de cada categoria dentro da faixa etária, se classificam para a prova do Havaí.

A largada acontece às 7 da manhã, na Praia de Jurerê Internacional. Para muitos, o sonho de terminar é alimentado há meses, quando começa a preparação específica para a prova. São quilômetros e quilômetros de solidão, em longos e cansativos treinos de natação, ciclismo e corrida.

Alguns atletas se dão ao trabalho de registrar todos os milhares de quilômetros treinados diários, blogs ou sites, transformando o Ironman numa prova para poucos e que precisa ser registrado, além da lembrança de cada atleta. Não só pelo grau de dificuldade, mas pelo custo e do tempo que exige. São treinos quase todos os dias e de muitas horas, além dos equipamentos – uma bicicleta específica para a prova não sai por menos de 7 mil reais. Vários tênis são gastos ao longo dos meses de treinamento, com preço em torno de 400 reais cada um. As roupas especiais, não só para a natação, mas para as outras duas modalidades, corrida e ciclismo, também não são baratas.

Ano passado, o primeiro colocado entre os profissionais terminou a prova em 8 horas e 22 minutos. Significa que da largada, às 7 da manhã, Ezequiel Morales, o vencedor, nadou, pedalou e depois correu – tudo sem intervalo-, até às 3 e meia da tarde. O último colocado completou os 3.800 nadando, os 180 kms pedalando e os 42 correndo, em quase 17 horas, quase o dia todo na mesma situação que Morales, apenas com objetivos diferentes. Um precisa ganhar porque é profissional e o outro quer apenas terminar. Por isso, além dos equipamentos e treinos, é preciso todo cuidado também com a alimentação que precisa ser rica em carboidratos e proteínas, principalmente na véspera e no dia da prova. Com isso tudo, tendo a saúde como principal combustível, é preciso levar em conta a contratação de um treinador e um nutricionista.

Custos, despesas, horas gastas em treinos, abdicação do convívio familiar, dores, contusões e ainda trabalhar para pagar tudo isso? Sem dúvida um grande teste que serve como preparação para o grande dia. Por que isso tudo vale? Porque dentro de cada um que decide fazer esta prova, está o instinto competitivo, mas da competição interna, individual, de vencer os próprios desafios. Entre os atletas estão histórias de vida que não as vezes é difícil imaginar. Superação de doenças, de vícios, de estilo de vida, de medos e também de muito amor pelo esporte. Um amor quase sempre conquistado aos poucos, lentamente. Jamais explicado e entendido. Na verdade o amor é a grande máquina que move tudo isso. O amor pela vida, pelos outros, e principalmente o amor próprio.

De Curitiba temos em torno de 40 bravos atletas que no dia 26 vão se expor, dar a cara pra bater. Vão em 8 horas e meia, 9, 10, 11, 12, 13 horas, ou apenas completam a prova em mais tempo. Uma proposta meio maluca, de pensar na vida, sentir as dores físicas e da alma, numa reflexão que há 13 anos o Iron de Florianópolis conta.

A gente pode ir até lá assistir a guerra, mas não vai dimensionar o tamanho da história de cada um destes bravos 2.000 guerreiros.

Se você tem alguma relação com o esporte, cuidado, você pode ser envolvido por este amor ou apenas gostar dele e, ano que vem querer fazer parte do grupo. Se o seu problema é vencer seus bichos internos, experimente. É verdade que por aí você vai encontrar caminhos mais curtos, mais baratos e menos doloridos, mas acho que o esporte sempre será uma das melhores opções para sua saúde física e mental, independente da modalidade, situação ou distância.