(Foto: Cesar Brustolin/SMCS)

 

Um grupo organiza, pelas redes sociais, a 1ª Guerra de Bexigas d’água em Curitiba, que deve acontecer neste domingo (15) no Parque Barigui. A decisão, no entanto, preocupou a prefeitura, que fez um alerta para os riscos que o evento pode causar aos animais que vivem no local.

De acordo com a administração municipal, o Barigui abriga aves e mamíferos que podem encontrar as bexigas ou os fragmentos e tentar ingeri-los, principalmente no período noturno. Além da toxicidade, os pedaços de borracha podem causar engasgos e até a morte dos animais.

Na página do evento no Facebook, os organizadores afirmam que a intenção inicial da publicação era só uma brincadeira, mas que o grande número de interessados surpreendeu e fez com que a ideia saísse do papel. “As bexigas d’água ficam por conta de cada um que quiser participar, desde que se comprometa a limpar a sujeira após a brincadeira”, diz o post na rede social.

Segundo a publicação, feita no início da semana, a prefeitura ficou de dar a resposta sobre a autorização do evento. Do outro lado, a gestão informou que não recebeu o pedido oficial para permitir a realização da guerra de bexigas. “De acordo com a legislação de uso de espaços públicos de parques e praças, quem quiser promover eventos nos locais deve solicitar autorização na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, no mínimo 45 dias antes do evento”, declarou a prefeitura.

A guerra de bexigas deve acontecer próximo do local onde fica o helicóptero do parque, a partir das 13h, caso haja sol, segundo a organização. No Facebook, o evento tem cinco mil pessoas confirmadas e 37 mil interessados.