Juliano Cunha/Banda B
Bandido conseguiu fugir, mas foi alcançado na altura da rua João Negrão

Três guardas municipais de Curitiba reagiram a uma tentativa de assalto na Avenida Visconde de Guarapuava, no Centro de Curitiba, e acabaram baleando duas vítimas e um bandido. A confusão aconteceu na noite desta terça-feira (15) em frente à loja de Material de Construção Balaroti. A mulher que estava sendo assaltada e um homem que abastecia o carro foram baleados, mas não correm risco de morte. O bandido, Marco Antônio dos Santos, 31 anos, foi levado ao Hospital Cajuru e foi preso em flagrante.

Por volta das 21h, os guardas perceberam que uma mulher estava sendo assaltada por um homem armado com faca. Eles reagiram, apontaram a arma para o bandido e ordenaram que ele se afastasse. Na negativa, os guardas atiraram contra ele, mas acertaram a mulher com um tiro na coxa e outro homem de raspão que estava dentro do posto de gasolina.

A vítima, Cristiane Barreto, 22 anos, seria funcionária da loja de material de construção. Ela foi transportada ao Hospital Cajuru e seu estado de saúde é estável, sem risco de morte. “Ela está bem, realizamos os primeiros atendimentos e a vítima não corre risco maior”, disse o soldado Danilo, do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) que foi acionado para atender as vítimas. O homem que levou um tiro de raspão na cabeça retornou para o veículo Jetta e foi encaminhado pela mulher a outro hospital.

Na confusão com os baleados, o ladrão conseguiu fugir e correu até a Avenida Sete de Setembro esquina com a rua João Negrão. Lá, ele foi baleado e detido pelos guardas. Marco Antônio dos Santos, 31 anos, e foi encaminhado ao Hospital Cajuru sem risco de morte.

Em entrevista à Banda B, o superintendente Aparecido, da Guarda Municipal, disse que será aberto um Processo Administrativo para apurar os fatos. “Vamos analisar se houve abuso ou se a atitude foi desnecessária”, disse. Os guardas envolvidos devem ser afastados até que o procedimento seja encerrado.