Do Catve.com

O guarda municipal (GM) que matou duas pessoas em Londrina, na noite desta segunda-feira (03), foi preso nesta manhã de terça-feira em Maracaí, São Paulo. Ele estava foragido e as equipes da Polícia Militar (PM) conseguiram efetuar a prisão.

(Foto: Reprodução)

De acordo com informações, o GM estava revoltado com a separação da ex-mulher e então, por isso, matou a tiros o filho e a sócia da ex-esposa. Ricardo Leandro Felippe ainda feriu o ex-sogro e a ex-sogra.

O garoto de 16 anos, filho de ex-esposa, tentou defender os avós, mas foi atingido e morreu pelos disparos. Antes de matar o adolescente, Ricardo já havia matado Ana Regina do Nascimento Ferreira, de 34 anos, no escritório da ex-mulher, localizado no Jardim Guanabara área nobre de Londrina. Ana Regina era sócia da ex-esposa.

O Instituto de Criminalística informou que a vítima foi atingida por três disparos. Depois disso, o guarda roubou o carro de Ana, um Ônix de cor branca. Em seguida, deixou o veículo perto do Jardim Shangri-lá e logo depois roubou um Honda Fit, que usou para ir até o Jardim Leonor, onde efetuou os disparos que feriu Valdecir Siena, de 80 anos e a esposa Maura Sina, de 78 anos, alem de matar o adolescente de 16 anos.

Durante toda madrugada as policias civil e militar trabalharam no sentido de conseguir prender Ricardo Fellipe. O guarda municipal deverá ser apresentado no período da tarde na 10ª Sub Divisão Policial de Londrina para dar explicações sobre seus crimes.

Para mais informações sobre a Região Oeste do Paraná no Catve.com clique aqui.