Da Redação

Mesmo com a greve dos trabalhadores, que chegou ao seu 11° dia neste domingo (29), as agências bancárias do Itaú, Bradesco e HSBC em Curitiba e região metropolitana devem reabrir nesta segunda-feira (30). Isto porque a justiça concedeu aos três, por meio de ações diferentes, um chamado interdito proibitório na última quinta-feira (26), que garante a abertura das agências, sob a pena de multas para o Sindicato dos Bancários.

greve-bancarios-290913-bandab

Foto: Bruno Henrique – Banda B

No caso do Itaú, segundo consta na notificação enviada ao sindicato, foi determinado que os funcionários não devam ser impedidos de entrar nas agências, mas caso haja insistência, está autorizado o uso de forças policiais. A multa estabelecida para o caso de descumprimento da decisão é de R$ 10 mil por dia e o prazo para recorrer da decisão é de 15 dias.

No Bradesco, a decisão determina, inclusive, faixas, veículos e cavaletes, além de carros de som de todas as agências bancárias. A multa por descumprimento é de R$ 50 mil por dia. O prazo para o sindicato recorrer é de cinco dias.

Já no HSBC, assim como os outros, a decisão define que as entidades de classe mantenham condições para as agências funcionarem, sob pena de multa diária.

O Sindicato dos Bancários lamentou, em nota, que os bancos estejam recorrendo à Justiça para conseguir liminares que “impedem a atuação das comissões de esclarecimentos, cerceando, desta forma, o direito de greve garantido por lei de seus funcionários”. O sindicato informou que os interditos proibitórios limitam as ações da entidade no fechamento das agências, mas não impedem a paralisação. “O interdito é um meio encontrado pelos bancos para barrar a ação sindical, pois trata-se de um instrumento estranho à relação do trabalho. Ele visa a impedir a presença dos dirigentes sindicais ou dos próprios grevistas como se eles ameaçassem a posse das agências, o que não acontece de fato”, criticou o presidente do sindicato, Otávio Dias,