O Hospital Evangélico, em Curitiba, no bairro Bigorrilho, não está recebendo pacientes que chegam em ambulâncias do Siate e do Samu nesta sexta-feira (15), segundo a informação da assessoria de imprensa do hospital. O fato acontece devido à paralisação dos funcionários do Evangélico, deflagrada nesta quinta-feira (14), em reivindicação aos salários atrasados referentes ao mês de janeiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato dos Empregados em Empresas de Saúde (Sindesc), em torno de 150 funcionários estão reunidos em frente ao hospital. A promessa é que o pagamento seja feito até o dia 20, entretanto, cansados de promessas, os trabalhadores decidiram pela paralisação.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Curitiba informou que os repasses ao hospital em dia e que a greve é um problema interno da entidade. Foi confirmado que as ambulâncias estão sendo deslocadas ao Hospital Cajuru e Hospital do Trabalhador.

O Hospital Evangélico é um dos três prontos-socorros de Curitiba. Todos os pacientes de emergência recolhidos pelo Samu e Siate são encaminhados para o Evangélico, Hospital Cajuru e Hospital do Trabalhador. Os dois últimos passaram a receber todos os pacientes de emergência, o que deve sobrecarregar as unidades.