Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

Dois graves acidentes em rodovias que cortam Curitiba deixaram sete pessoas feridas na noite desta quarta-feira (5). O primeiro caso aconteceu na BR-277 e o segundo no Contorno Sul.

BR-277

acidente1Palio ficou bastante danificado com o acidente (Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Por volta das 23h30, um motorista e um motociclista ficaram feridos na BR-277, na pista sentido Ponta Grossa, próximo ao KM 100, em Curitiba, em um acidente envolvendo três veículos. Segundo testemunhas, o motorista do veículo Fiat Uno, com placas de Curitiba, estava parado no acostamento e de uma hora para outra teria feito uma conversão à esquerda, sendo atingido por um ônibus da linha Catarinense que seguia para Foz do Iguaçu. Logo após a primeira colisão, um motociclista que vinha atrás do ônibus bateu contra ele.

acidente4Ônibus envolvido no acidente da BR-277 (DB – Banda B)

Ficaram feridos o motorista carro, de 50 anos, com risco de morte, e o motociclista, que recusou encaminhamento ao hospital. Ele conversou com a Banda B. “Foi tudo bem rápido, o ônibus freou bruscamente e acabei batendo contra ele, não cheguei nem a ver o outro carro, que teria cruzado à frente para fazer uma conversão. Por sorte tive apenas um arranhão no braço”, descreveu o motociclista.

O motorista foi levado ao Hospital Evangélico. A pista ficou bloqueada por cerca de 40 minutos e motoristas tiveram que desviar pelo acostamento.

Contorno Sul

acidente2Cinco pessoas ficaram feridas dentro do Palio (DB – Banda B)

Praticamente no mesmo horário do acidente na BR-277, os homens do Corpo de Bombeiros (CB) foram acionados para atender um capotamento no começo da Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira, marginal do Contorno Sul, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Cinco pessoas ficaram feridas.

De acordo com os bombeiros, o motorista de um Fiat Palio, com placas de Curitiba, perdeu o controle do veículo em uma bifurcação e capotou. Cinco pessoas estavam dentro do carro, sendo que uma delas uma mulher de 20 anos, grávida de sete meses. A gestante e outra mulher de 47 anos ficaram gravemente feridas. Outros três homens que estavam no carro tiveram apenas ferimentos leves e foram levados para o Hospital Evangélico.

Segundo testemunhas, o local onde aconteceu o capotamento é marcado por acidentes. Muitos motoristas se perdem na bifurcação e acabam capotando da marginal para o Contorno. O Tenente Hunzicker, do Corpo de Bombeiros, afirmou que todos usavam cinto de segurança, o que evitou que algo mais grave acontecesse.

“As duas vítimas mais feridas são consideradas graves principalmente pela dinâmica do acidente. Os moradores aqui reclamaram da sinalização, porque fica difícil avistar para onde ir”, disse o tenente.