Da AEN-PR

sA Secretaria de Estado da Educação do Paraná entregará mais uma remessa de tablets para os professores da rede estadual, na primeira semana de novembro. Os equipamentos foram comprados com recursos do Plano de Ação Articulada do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional (FNDE).

Desde 2013 até outubro deste ano foram entregues 54 mil tablets educacionais para os professores. Os equipamentos fazem parte do esforço do governo estadual para a inclusão digital e a modernização do sistema educacional no Paraná.

Aproximadamente 55 mil professores no estado inteiro já receberam um tablet. O equipamento pode ser usado em sala de aula com os estudantes e em atividades extraclasse pelos professores, para fazer pesquisas, baixar vídeos educacionais, vídeos e livros. Cada aparelho é pessoal e fica com o professor, que pode levá-lo para onde quiser.

No Colégio Estadual Dom João Bosco, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, os tablets ajudam os professores a preparar as aulas. A professora de língua portuguesa Elenira Aparecida Batista também usa o equipamento em sala de aula, junto com os estudantes.

Elenira acha mais rápido e prático buscar informações no tablet do que levar todos os estudantes para o laboratório de informática. “Essa é uma ferramenta que ajuda bastante. Dias atrás eu estava trabalhando com literatura de cordel e os alunos não estavam entendendo. Baixei um vídeo e mostrei para eles. É um equipamento excelente para usar em sala de aula”, afirmou a professora.

O professor de matemática Márcio Tasarz utiliza o tablet em casa para preparar as aulas. “Também uso para fazer pesquisas. É uma ferramenta excelente, posso baixar aplicativos ligados à área da matemática para tornar as aulas mais interessantes”, explicou.

Fabricados no Brasil, os tablets serão coloridos, com telas de 7 e 10 polegadas, bateria com duração de 6 horas, peso abaixo de 700 gramas, tela multitoque, câmera e microfone para trabalho multimídia, saída de vídeo, conteúdos pré-instalados, entre outras características.

CAPACITAÇÃO – Além da entrega dos tablets, ao longo do ano a Secretaria da Educação ofereceu cursos de Aprendizagem com Mobilidade para os professores. As aulas falavam sobre o uso de dispositivos móveis (tablets e smartphones) na Educação.