As escolas da rede estadual de educação já têm disponíveis R$ 8 milhões, valor referente à primeira cota normal do Programa Fundo Rotativo. Os recursos foram disponibilizados pela Secretaria de Estado da Educação e referem-se às cotas de consumo e serviço. Até o final do ano serão investidos mais de R$ 60 milhões pelo programa para a manutenção e outras despesas relacionadas à atividade educacional das escolas do Paraná.

No ano passado, a cota normal do Fundo Rotativo chegou a liberar cerca de R$ 56 milhões às escolas. O programa repassa de forma descentralizada os recursos financeiros, o que torna o Fundo Rotativo um instrumento ágil para as ações das escolas.

O dinheiro é administrado pela própria escola, após aprovação do plano de aplicação pela comunidade escolar – representada pelo Conselho Escolar e pela Associação de Pais, Mestres e Funcionários (Apmf) da escola.

Ainda serão liberadas, até o fim de 2013, mais nove parcelas da cota normal de consumo e mais três da cota de serviço. Com a cota consumo é possível fazer compra de materiais de limpeza, expediente, didático, esportivo, gás, lâmpadas entre outros. Já com a cota serviço possibilita a contratação de pequenos reparos como troca de vidros, limpeza de caixa d’água, fechaduras, instalação elétrica e hidráulica.