Da AEN

O governador Beto Richa assinou na terça-feira (24) a autorização para a licitação da revitalização do Parque do Monge, na Lapa. Dentro de 10 dias será lançado o edital para a contratação da empresa que fará a implantação de toda a infraestrutura, como mirante, lanchonete, sanitários, trilhas e centros de visitantes. Serão investidos nesta obra mais de R$ 1,5 milhão na obra.

gruta-do-monge-250913-bandab

Foto: AEN

“Iremos resolver o problema do Parque do Monge, que está fechado há anos por descaso do governo anterior. Vamos agora contratar a empresa que vai revitalizar esse parque, que é símbolo ecológico, religioso e histórico da Lapa e do Paraná”, afirmou o governador.

A obra começou em 2008 e o local está com restrição de visitação desde 2010. A empresa responsável pela obra não estava cumprindo o contrato, que foi suspenso em agosto de 2012. A licitação para a retomada das obras será feita pela Paraná Edificação, da Secretaria Estadual da Infraestrutura e Logística, dentro de 10 dias.

“Existe um empenho muito grande do Governo do Estado em resolver o passivo deixado pela empresa e Governo anterior que iniciaram as obras no parque. Estamos tentando devolver para a comunidade o Parque inteiro revitalizado, assim podemos levar à Lapa o desenvolvimento turístico e todos os benefícios que a Unidade de Conservação ativa e bem cuidada traz para a região e para o Estado que estava há muito tempo esquecido”, disse presidente do Instituto Ambiental do Paraná, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

A obra inclui a implantação de toda a infraestrutura, como mirante, lanchonete, sanitários, trilhas e centros de visitantes. Objetivo é dar segurança, conforto e qualidade de atendimento aos visitantes. A paisagem e o elemento histórico, como a Gruta do Monge, não sofrerão alteração.

O parque tem grande importância turística e religiosa para o Estado. Além de área de lazer, é o local onde, no Século 19, teria vivido o monge João Maria, personagem central da Guerra do Contestado. O parque é uma Unidade de Conservação, gerenciada e mantida pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).