Micro e pequenos empresários e empreendedores individuais que forem à HortiFruti Brasil Show 2013 podem ter acesso a uma linha de crédito especial do Banco do Empreendedor, da Fomento Paraná, para investir em inovação tecnológica e modernização do abastecimento de hortaliças, frutas e flores. A feira será realizada de quinta-feira (16) a sábado (18), no Pavilhão do Programa Social de Abastecimento da Ceasa-PR, no bairro Tatuquara, em Curitiba.

Fóruns e palestras vão discutir o processo de transformação e modernização que o mercado de hortigranjeiro no Brasil e no Paraná e os benefícios da inovação tecnológica e o fortalecimento do mercado, por meio de parcerias internas e externas. Além disso, será realizado o Encontro Nacional de Centrais de Abastecimento, para debater a integração das Ceasas em um Sistema Nacional e o desenvolvimento de uma política nacional de abastecimento, envolvendo as práticas de produção e distribuição, agregação de valor e integração entre a cidade e o campo, entre outros temas.

MODERNIZAÇÃO – De acordo com o diretor-presidente da Ceasa-PR, Luiz Dâmaso Gusi, nos próximos anos, muitas centrais atacadistas em todo o País deverão passar por reformas ou edificações de novos terminais. Na Ceasa-PR, esse processo começou com a construção das instalações da Central de Abastecimento de Maringá, dentro de padrões de maior eficiência logística.

Para Gusi, o processo de modernização das centrais atacadistas se estende aos produtores. Durante o encontro serão apresentadas também as inovações tecnológicas e ferramentas para aparelhar os produtores rurais para que estejam aptos a produzir com mais qualidade e produtividade, e, em alguns casos, atuando na fase de pré-processamento.

A HortiFruti Brasil Show 2013 vai receber empresários da região de Emilia Romagna, na Itália, que representam possibilidades de acesso a novas tecnologias europeias para centrais atacadistas, usando a região como porta de acesso ao Mercado Europeu.

CRÉDITO – A Fomento Paraná é uma instituição financeira controlada pelo Governo do Estado, que tem por objetivo fornecer apoio financeiro para micro e pequenos empresários, de todos os setores, para estimular o desenvolvimento regional e a criação de empregos e renda. Isso é feito com programas como o Banco do Empreendedor, que oferece linhas de crédito com prazos diferenciados e taxas de juros entre as mais baixas do país.

Os recursos podem ser usados pelos empreendedores para reforma e ampliação de instalações, compra de máquinas e equipamentos como câmaras frigoríficas e veículos para a frota. Dessa forma, podem modernizar suas atividades, melhorar a logística e obter maior competitividade para ganhar mercado, aumentando as oportunidades de geração de emprego e renda.

APOIO – De acordo com o diretor de Mercado e Relações Institucionais da Fomento Paraná, Alexandre Teixeira, a HortiFruti Brasil Show representa uma grande oportunidade para apoiar um setor que é fundamental para a sociedade.

“Ao facilitar o acesso a recursos para investimento a um custo competitivo, a Fomento Paraná quer proporcionar melhores condições para quem atua na cadeia produtiva que envolve o pequeno produtor agrícola para aumentar a produtividade e a renda de suas atividades”, afirma Teixeira. “A modernização acrescenta valor ao produto, ajuda a reduzir custos e desperdícios e seguramente ajudará os produtores a alcançar novos mercados.”

As linhas de crédito do Banco do Empreendedor para financiar micro e pequenas empresas oferecem taxas de juros a partir de 0,55% até 1,1% ao mês e estão disponíveis a todos os micro e pequenos empresários, resguardadas as exigências normais de garantias previstas pelas instituições financeiras.

Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em: www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br