A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), está investindo R$ 6 milhões na recuperação e conservação da PR 471, de Salto do Lontra a Enéas Marques, no Sudoeste do Estado. A estrada tinha buracos e rachaduras, por causa de chuvas, e desgaste do asfalto.

As equipes do DER estão recuperando 36 quilômetros da rodovia, retirando o asfalto velho (fresagem) para colocação de nova capa asfáltica. Para evitar danos futuros na pista, também estão sendo feitos serviços de drenagem e alinhamento de alguns pontos.

Estas obras fazem parte do Programa Estadual de Recuperação e Conservação de Estradas (Perc), que está recuperando 11,8 mil quilômetros de rodovias, com investimentos de R$ 840 milhões até 2014.

Com esta ação na PR 471, serão beneficiadas mais de 30 mil pessoas. “O objetivo destes serviços, que estão acontecendo na rodovia de Salto do Lontra e Vista Alegre, é proporcionar um melhor fluxo, dando mais segurança aos usuários e agilizando o escoamento da produção”, disse o secretário José Richa Filho.

A região de Salto do Lontra, que passa por Nova Esperança do Sudoeste, Enéas Marques e Vista Alegre, é conhecida pela grande produção de frango, milho e soja. Com as obras do DER-PR, o escoamento melhorará, reduzindo custo do frete e ajudando na economia da região.

OUTRO TRECHO – O Departamento de Estradas de Rodagem recuperou 27 quilômetros das PR 459 e PR 449, que ligam os municípios de Mangueirinha (Sudoeste) e Palmas (Leste). Foram feitos serviços de retirada do antigo pavimento, recomposição da sinalização vertical e a colocação de uma nova capa asfáltica. Com isto, a rodovia estará nivelada, sem buracos e trincos.

“Os serviços vão beneficiar mais de 50 mil pessoas da região, além de melhorar a segurança da estrada, a economia local e o escoamento dos produtos da região, como milho, soja, feijão e aves”, disse José Richa Filho.

No segundo semestre deste ano, o DER-PR vai finalizar o trabalho neste trecho de Mangueirinha e Palmas, fazendo o microrrevestimento asfáltico nos 72 quilômetros da rodovia. Serão investidos nesta obra, ao todo, R$ 11 milhões.