O governador Beto Richa autorizou a aquisição de 50 conjuntos de equipamentos hidráulicos para resgate, que serão usados pelo Corpo de Bombeiros. Os equipamentos são necessários para retirar, com rapidez e segurança, vítimas de acidentes, como desabamentos ou acidentes de trânsito, em que as pessoas ficam presas nas ferragens.

“São equipamentos de segurança mais modernos, o que demonstra a preocupação do Governo do Estado para que nossos profissionais possam executar suas missões com maior eficiência”, afirma o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Henrique Pombo do Nascimento.

A compra será feita por licitação, na modalidade concorrência pública internacional. O valor máximo previsto para a aquisição é de R$ 3.067.204,74 e o investimento será feito com recursos do Fundo Especial de Segurança Pública (Funesp).

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, os equipamentos são importantes, principalmente com a proximidade de eventos internacionais, como a Copa do Mundo 2014. “Por isso, a maior parte dos novos conjuntos será destinada às unidades da capital, além de guarnecer uma unidade na Região Metropolitana de Curitiba. Grandes cidades do interior também receberão os conjuntos, como Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu”, informa o coronel Pombo.

INVESTIMENTOS – Em abril, o Corpo de Bombeiros recebeu diversos equipamentos de proteção individual, com investimentos em torno de R$ 3 milhões, que vão atender servidores de todo o Estado e que foram comprados no fim de 2012. Foram adquiridos 1,5 mil capacetes Gallet, 2 mil botas de incêndio, e 1,5 mil conjuntos capa e calça impermeáveis.

O reequipamento das forças de segurança, proporcionando melhores condições de trabalho aos profissionais, faz parte do Programa Paraná Seguro, da Secretaria da Segurança Pública. Este é o primeiro programa desenvolvido especificamente para a área e que também inclui a aquisição de novas viaturas para as polícias Civil, Militar e Científica; aumento do efetivo nas instituições e a compra de módulos móveis policiais.