O governador Beto Richa participou nesta quarta-feira (06), em Curitiba, da solenidade de formatura de 150 novos bombeiros militares. Os formandos foram selecionados por concurso público e ingressaram na escola de formação no ano passado.

No total, 474 bombeiros se formaram em todos os grupamentos do Corpo de Bombeiros no Paraná. “Esta solenidade é um exemplo do esforço do governo estadual para oferecer segurança e serviços de qualidade à população do Paraná”, afirmou o governador.

A incorporação de novos bombeiros ao efetivo faz parte do programa Paraná Seguro, que prevê reforço nos efetivos da Polícia Civil e Polícia Militar, compra de equipamentos e viaturas, a construção de batalhões e delegacias e a implantação de módulos policiais.

“Estamos realizando um conjunto de ações para resgatar a capacidade do Estado de enfrentar e reduzir a criminalidade”, destacou o governador Beto Richa, destacando que na semana passada foram incorporados mais 1.878 soldados à estrutura da Polícia Militar.

O governo estadual não contratava novos bombeiros há seis anos, de acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Luiz Henrique Pombo do Nascimento. Ele disse que a formatura é um primeiro passo no projeto de reestruturação de pessoal da corporação, proposta pelo governador Beto Richa.
De acordo com o coronel, a corporação conta com 3.600 profissionais em todo o Estado e a meta é chegar a 4.250 integrantes até meados do ano que vem.

“Serão incorporados à tropa outros 819 integrantes selecionados no concurso público realizado em fevereiro”, destacou o comandante dos Bombeiros.
O coronel Pombo disse que os novos soldados passaram por um curso de preparação e treinamento, que teve duração de um ano e dois meses. “Eles estão formados com plena capacidade de desempenhar todas as funções atribuídas a um bombeiro em prol da população paranaense”, afirmou.

VIATURAS – Durante a solenidade, realizada em frente ao Palácio Iguaçu, o governador entregou 185 viaturas para as polícias Militar e Civil para as regiões de Curitiba, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Maringá. Deste total, 172 são para os batalhões da Polícia Militar e 13 para a Polícia Civil da capital.

Richa ainda anunciou a aquisição de mais 245 viaturas para as forças de segurança, resultado da economia obtida na licitação das 1.222 viaturas, efetuada no final do ano passado. “O governador, atento às necessidades da população, não tem medido esforços para reestruturar a Segurança Pública de nosso Estado”, afirmou o secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques.

Os novos veículos, Renaut Duster, fazem parte do lote de 1.222 viaturas que foram adquiridas com recursos do Fundo Especial de Segurança Pública (Funesp) no final do ano passado. Desde o início do ano, o governo já repassou 244 viaturas para as polícias.