O governador em exercício Flávio Arns recebeu nesta terça-feira (14/05), em Curitiba, cerca de 85 vereadores, membros da Associação das Câmaras Municipais do Sudoeste, que participam de encontros com representantes de secretarias estaduais. A agenda faz parte do programa de desburocratização do Paraná, que busca aproximar lideranças e promover o diálogo direto com a administração estadual.

Os secretários estaduais Fernanda Richa, da Família e Desenvolvimento Social; Edson Casagrande, de Assuntos Estratégicos; e Cid Vasques, da Segurança Pública, participaram da reunião com o governador em exercício.

Durante os encontros nas Secretarias, as lideranças municipais tiveram a oportunidade de conhecer as ações do governo estadual e encaminhar as necessidades de suas comunidades. “É um diálogo fundamental. Os municípios têm que saber exatamente quais são os programas. Isso ajuda muito a fazer com que todas as ações se concretizem nos municípios”, disse Arns.

Representando 42 municípios da região Sudoeste, que concentra população de 315 mil habitantes, os membros da comitiva valorizaram a iniciativa do governo estadual. “Sem a ajuda do governo, os pequenos municípios não sobrevivem”, disse o vereador Ladair Casanova Cavilha, presidente da Acamsop 13 (região de Francisco Beltrão). “Essa abertura é importante para trazermos nossas reivindicações ao governo”, completou o vereador Valcir Alves, presidente da Acamsop 14 (região de Pato Branco), que representa vereadores de 14 municípios.

A troca de informações entre governo e lideranças municipais também foi destacada pelo secretário Edson Casagrande. “Essa integração com os vereadores vem sendo feita há dois anos. Esse é o quarto encontro com as lideranças do sudoeste. Tivemos também encontros com outras regiões, como Campo Mourão e Guarapuava”, afirmou.

DESENVOLVIMENTO – Arns explicou que as ações de governo estão sendo planejadas e executadas de acordo com as necessidades de cada região. “Um dos nossos grandes desafios é promover o desenvolvimento econômico. Temos feito um esforço gigantesco para atrair investimentos e estamos pensando os programas na ótica das regiões”, disse.

Arns apontou também as prioridades da área da educação. “Educação integral e ensino profissionalizante são nossos grandes objetivos. A articulação com as lideranças locais nessas áreas é fundamental para que as regiões tenham um grau de desenvolvimento importante”.