A primeira reunião do grupo de trabalho que discute um novo modelo de plano de saúde para os servidores estaduais aconteceu nesta quinta-feira (02), com a participação do vice-governador, Flávio Arns, de representantes da Secretaria da Administração e da Previdência e de dirigentes do Fórum das Entidades Sindicais dos Servidores Estaduais do Paraná.

O grupo fez uma retrospectiva das discussões já ocorridas desde o início da gestão e definiu o prazo de trinta dias para a apresentação de uma proposta por parte do governo. “Estamos dando continuidade a essa discussão e buscaremos avançar para chegar a uma proposta de consenso que apresentaremos ao governador”, explicou Arns.

A disposição do governo em implantar um novo modelo de assistência à saúde do funcionalismo público foi aceita pelos representantes dos servidores. “Nós temos disposição em discutir um novo modelo”, afirmou Marlei Fernandes, coordenadora do Fórum.

ATENDIMENTO – Outras medidas emergenciais também estão sendo tomadas para melhoria do atendimento aos servidores e dependentes. Na semana passada, o governo anunciou que o Hospital Evangélico atenderá os servidores de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral.

Os servidores públicos estaduais contarão com um ambulatório exclusivo para atendimento, que será instalado no prédio do antigo Instituto de Previdência do Estado (IPE). Internações e situações mais complexas serão atendidas diretamente no Hospital Evangélico.