Por AEN

O governador Beto Richa assinou o decreto número 8468/2013, estabelecendo a situação de emergência em mais 21 municípios paranaenses atingidos pelas chuvas ocorridas entre os dias 19 e 30 de junho. O decreto foi assinado quarta-feira (3). Com isso, chega agora a 80 o número de cidades em emergência por causa das chuvas intensas e das inundações dos rios Ivaí e Iguaçu.

BETO RICHA EM MIRADOR

(Foto: AEN-PR)

Outras 59 foram incluídas no primeiro decreto assinado pelo governador dia 28 de junho. Essas já tiveram a emergência homologada pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, que enviou técnicos ao Estado para verificar os danos causados pelas chuvas.

As prefeituras das 80 cidades têm 180 dias para contratar serviços emergenciais com menos trâmites burocráticos. As prefeituras devem fazer levantamento dos danos provocados pelas chuvas e elaborar plano de trabalho, que será encaminhado Ministério da Integração Nacional para liberação de recursos destinados a reconstrução de pontes e equipamentos de infraestrutura urbana danificados pelas chuvas.

“O Estado mais uma vez demonstra que é parceiro dos municípios dando este apoio no momento em que mais precisam. Vamos apoiar as prefeituras para a reconstrução dos municípios”, afirmou Beto Richa.

Na quarta-feira, o governador assinou a liberação de R$ 487 mil para aquisição de cestas básicas para as vítimas de enchentes. A medida reforça o atendimento que já vem sendo feito pelo governo estadual desde o período mais crítico de chuvas e inundações.

Cerca de três mil famílias, de 30 municípios mais atingidos, já receberam donativos enviados pelo governo estadual. São enviadas cestas básicas, cobertores, kits de cozinha, cama, mesa e banho e colchões, repassados pela Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, Coordenadoria Estadual da Defesa Civil e Provopar.

O mais recente boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civilinforma que chega a 110 o número de municípios atingidos pelas chuvas, a maioria com situação agravada pelas cheias dos rios Ivaí e Iguaçu. Mais de 137 mil pessoas foram afetadas.

Desde o dia 19 de junho, início do período de chuvas intensas, 13,6 mil pessoas ficaram desalojadas. Até esta quinta-feira (4), mais de 1.200 permanecem ainda em casa de parentes e amigos. Cerca de 800 pessoas permanecem desabrigadas (acolhidos em espaços públicos).

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil mobilizou seus 15 núcleos no interior do Estado. Eles fazem a avaliação de riscos, orientam a retirada de pessoas, ajudam a definir os locais de abrigo (normalmente escolas, centros comunitários e ginásios de esportes) e definem o que é necessário para o atendimento emergencial.

Além de coordenar todo o envio dos donativos, a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil ajuda os municípios nos processos de solicitação de situação de emergência, na homologação pelo Estado e reconhecimento federal.

Municípios com situação de emergência decretada nesta quarta-feira:

Ampére,

Bom Jesus do Sul,

Boa Esperança do Iguaçu

Cantagalo

Cafezal do Sul

Campina da lagoa

Chopinzinho

Colorado

Douradina

Engenheiro Beltrão

Guaporema

Ivaté

Marquinho

Maria Helena

Planaltina do Paraná

Santa Mônica

Santa Cruz de Monte Castelo

Santo Antônio do Sudoeste

Santa Isabel do Ivaí

União da Vitória

Vera Cruz do Oeste

Municípios em situação de emergência desde o dia 28 de junho:

Barbosa Ferraz

Bituruna

Brasilândia do Sul

Campo Largo

Carambeí

Curitiba

Dois Vizinhos

Doutor Camargo

Foz do Iguaçu

Francisco Alves

Floresta

Godoy Moreira

Guaraniaçu

Guarapuava

Grandes Rios

Ipiranga

Iporã

Imbituva

Indianópolis

Irati

Ivatuba

Itapejara do Oeste

Japurá

Jataizinho

Laranjeiras do Sul

Manoel Ribas

Mirador

Nova Laranjeiras

Ortigueira

Paraíso do Norte

Piraí do Sul

Pitanga,

Piraquara

Ponta Grossa

Porto Amazonas

Pranchita,

Prudentópolis

Querência do Norte

Realeza

Rebouças

Reserva

Rio Azul

Rio Bonito do Iguaçu

Rio Branco do Ivaí

Rio Negro

São João

São José dos Pinhais

São Jorge D’Oeste

São Jorge do Patrocínio

São Jorge do Ivaí

São João do Ivaí

Santa Tereza do Oeste

Sulina

Saudade do Iguaçu

Tibagi

Teixeira Soares

Telêmaco Borba

Umuarama

Xambrê.