Do Portal aRede

Corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Ponta Grossa. (Foto: Arquivo JM)

A madrugada de domingo (5) foi violenta em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Uma briga de família na região de Uvaranas terminou com o assassinato de Ednilson da Silva, de 36 anos. Ele teria sido baleado pelas costas pelo próprio genro. O suspeito tem 19 anos de idade e ainda não foi encontrado pelas autoridades. O crime foi registrado por volta das 1h na rua Romário Martins e chocou os moradores da região.

De acordo com informações oficiais da Polícia Militar, Ednilson foi atingido pelas costas por um disparo de revólver calibre .32. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu chegaram a ser acionadas para socorrê-lo, mas Silva não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Fontes consultadas pelo portal aRede dão conta de que o disparo que matou Ednilson atingiu primeiro as costas da vítima, na altura do rim, atravessando o tórax e atingindo o coração.

Ainda segundo informações da PM, Ednilson e o genro, um rapaz de 19 anos de idade, teriam discutido momentos antes do crime. Após a confusão, o suspeito voltou ao local armado, matou o sogro e deixou a cena do crime, andando – a arma usada para matar Ednilson foi deixada ao lado do corpo e tinha outras munições intactas. O corpo da vítima foi encaminhado para a sede do Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa e deverá ser liberado para os familiares ainda durante a manhã de hoje (5).

Para mais notícias do Paraná, clique aqui.