Da SMCS

O presidente da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Marcelo Cattani, se reuniu nesta quarta-feira (22) com os organizadores da caminhada Zombie Walk, Doca Soares e Flávia Nogueira, para ajustar os procedimentos para realização do evento, que já é uma tradição em Curitiba e que sempre teve o apoio da FCC. “A Fundação Cultural sempre apoiou e apoia a Zombie Walk e vamos trabalhar juntos para que se realize no próximo domingo”, disse Cattani.

(Foto: Divulgação)

A reunião teve participação do diretor de Ação Cultural, Beto Lanza, do presidente da Comissão de Carnaval, Jaciel Teixeira, da superintendente da FCC, Ana Castro, e do diretor Administrativo Financeiro, Cristiano Morrissy. “Os organizadores receberam mais uma vez o nosso apoio, chegamos a um bom entendimento e estamos trabalhando para que o evento aconteça”, disse Lanza.

Alguns ajustes, como o trajeto, estão sendo feitos. O evento acontecerá no mesmo horário, das 12h às 20h, com saída da Boca Maldita e dispersão na Praça 19 de Dezembro. “A certeza do evento acontecer é de 90% e a expectativa é de 100%”, disse Lanza.

Doca Soares saiu otimista da reunião “Houve um erro de comunicação, que já está solucionado. A Fundação está nos apoiando e a partir de agora as coisas vão fluir com mais harmonia. As chances do evento acontecer são muito boas”. Os organizadores preparam a documentação que será encaminhada a Comissão de Análise de Grandes Eventos (Cage) para uma nova avaliação, dependendo deste órgão a realização do evento.

Também esteve presente na reunião a empresária Suzan Klein, proprietária da Alô Eventos, que apoia a Zombie Walk.