David Maycon dos Santos é empregado em um açougue em Curitiba, mas sonha com próprio negócio: um açougue, no bairro Barreirinha, onde faltam açougues, segundo ele. Nesta quarta-feira, Santos aproveitou o feriado do Dia do Trabalhador e foi à festa do 1º de Maio Solidário, realizada em frente ao Palácio Iguaçu, e conheceu as linhas de crédito do Banco do Empreendedor, com os analistas da Fomento Paraná.

“Um financiamento desses da Fomento Paraná é chance que eu preciso para começar meu próprio negócio e ainda empregar meus familiares, que no momento estão desempregados”, contou Santos, que vê na Fomento Paraná a possibilidade de dar um pontapé inicial para abrir uma casa de carnes.

O rapaz também pretende fazer o curso de capacitação gerencial do programaBom NegócioParaná. Assim, além de aprender a administrar a futura empresa, pode conseguir juros mais baixos nas linhas do Banco do Empreendedor.

A Fomento Paraná instalou a Fomento Móvel no 1º de Maio Solidário justamente para encontrar pessoas como o David Maycon dos Santos, um trabalhador com perfil empreendedor e que precisa de apoio financeiro para colocar seus planos em ação.

Trabalhadores, profissionais autônomos, empreendedores informais ou individuais que desejem abrir um negócio próprio podem ter acesso às linhas de crédito do Banco do Empreendedor, da Fomento Paraná, que oferece as taxas de juros mais baixas do país para estimular novos empreendimentos produtivos.

A Fomento Paraná é uma instituição financeira controlada pelo Governo do Estado, que tem por objetivo fornecer apoio financeiro para estimular o desenvolvimento regional e a geração deempregoe renda.

Quem também vislumbrou boa uma oportunidade no Banco do Empreendedor foi o casal de empresários Cleusa Kufner e João Cláudio dos Santos. Há três anos eles abriram a Frask Estruturas Metálicas, que fabrica e monta estruturas como palcos, arquibancadas barracões e andaimes. Atendem principalmente empresas de São Paulo. “Temos investido nossos próprios recursos, mas o mercado está aquecido e o negócio pode crescer se tivermos acesso a recursos com custos adequados para adquirir maquinário novo e para qualificar nossos empregados e aqueles que viermos a contratar”, explicou João Cláudio.

O 1º de Maio Solidário é organizado pela Força Sindical do Paraná, com apoio do Governo do Estado, em alusão ao Dia Mundial do Trabalho. Quem foi ao evento pode assistir a shows e participar de ações gratuitas de cidadania e ainda um sorteio deprêmios.

O governador Beto Richa teve uma participação especial no evento, quando assinou o decreto que reajusta o novo salário mínimo regional.

CRÉDITO BARATO – As linhas de crédito do Banco do Empreendedor atendem deste o micro empreendedor informal ou individual, pessoa física, que pode financiar de R$ 1.000,00 a R$ 7.500,00, pelo microcrédito, até empresas de médio porte, que podem financiar até R$ 3 milhões.

Os financiamentos podem ser para investimentos fixos (construção, ampliação, reforma e modernização, máquinas e equipamentos, estudos e projetos relacionados ao investimento) e investimentos mistos (investimento fixo com capital de giro associado de até 70%).

Os recursos devem ser usados apenas para investimentos produtivos (não serve para pagar contas, por exemplo).

Para empresas com receita bruta anual de até R$ 360 mil, os valores financiáveis ficam entre R$ 1 mil e R$ 15 mil. Aquelas que faturam acima de R$ 360 mil até o limite máximo de R$ 3,6 milhões, o financiamento poderá chegar a R$ 300 mil.

A novidade mais recente é a linha Banco do Empreendedor Médias Empresas, que vai financiar até R$ 3 milhões para atender empresas com faturamento anual entre R$ 3,6 milhões a R$ 300 milhões por ano.

“Oferecer crédito é uma forma de impulsionar o desenvolvimento, gerarempregose melhorar a renda”, afirma o diretor presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa Sobrinho. “O objetivo do governador Beto Richa é proporcionar as condições necessárias para que as pessoas e as empresas possam se desenvolver e prosperar em todas as regiões do Paraná.”