Da Redação

Faltando 29 dias para a Copa do Mundo, o jogo-teste entre Atlético e Corinthians desta quarta-feira já dá exemplos de dificuldades que Curitiba deve enfrentar no evento. Além do trânsito intenso que se forma no entorno da Arena da Baixada, normal para esse horário na capital paranaense, flanelinhas estão cobrando cerca de R$ 30 para “cuidar” dos carros em locais que são permitidas a parada.

Ouvintes da Banda B que chegam ao jogo relatam que, mais de uma pessoa disse no momento de estacionar a frase: “É R$ 30 na volta!”

Nesse momento é proibido estacionar em um dos lados da Rua Buenos Aires, na quadra entre a Avenida Iguaçu e a Rua Getúlio Vargas. As vagas são reservadas para veículos do SAMU, do Corpo de Bombeiros e oficiais.

Agentes da Secretaria Municipal de Trânsito orientam o trânsito na região. Eles verificam possíveis gargalos no trânsito e orientam os motoristas a fazerem desvios, conforme a necessidade do momento.