Da Redação

morte mae

Estudante matou a mãe após surtar (Foto: Reprodução Facebook)

O jovem estudante, Felipe Farina Garcia, de 25 anos, matou a mãe, Suely Farina, de 59, e feriu duas vizinhas dela na Zona Sul de São Paulo. Após o crime, que aconteceu na manhã de terça-feira (23), Felipe perguntou aos policiais que o interrogavam se a mãe estava bem, pois diz ter surtado e não se lembrava do que havia feito.

De acordo com a polícia, o jovem chorava muito quando era avisado que a mãe havia morrido. A informação é que ele teve um surto psicótico com alucinações. Inclusive, vizinhos do jovem afirmaram não entender o que aconteceu, porque Felipe não aparentava ser alguém capaz de fazer o que fez.

Após matar a mãe e ferir as vizinhas, que não correm risco de morte, mas terão sequelas, o jovem voltou à consciência. Durante o interrogatório, Felipe afirmou que havia usado maconha durante o dia todo, porém a polícia não acredita que isso tenha causado o surto, uma vez que a droga em questão não produz este comportamento.

Ainda segundo relato de testemunhas, o jovem andava paranoico e dizia ser Jesus Cristo e, desde então, passou a ter um histórico recente de briga com a mãe. Chorando durante o interrogatório, o jovem não conseguiu explicar o motivo do ataque e não se lembrava do que tinha feito. Ele foi autuado por homicídio e duas tentativas de homicídios.

Amigos afirmaram que, apesar de ser um menino inteligente e estudioso, Felipe mantinha um comportamento estranho nos últimos dias.