Da Redação com Catve.tv

A Ferrari modelo F430 de 2007 foi parar no pátio da Polícia Militar de Cascavel na quinta-feira (1º) após denúncia de moradores. Segundo informações, o motorista fazia rachas na região quando foi abordado por militares. O dono não estava com a habilitação e documentos do automóvel e por isso teve o veículo guinchado.

ferraricascavel

Foto: Reprodução Catve.tv

“Uma equipe nossa foi até lá quando identificou fez a abordagem. O motorista estava sem a carteira de habilitação e o registro do veículo. Demos um prazo, mas ele não trouxe”, relatou o tenente da Polícia Militar, Roberto Damião Pierozan Tavares.

A apreensão da Ferrari ganhou ainda mais repercussão porque pertenceu a um ex-presidente da república. A Ferrari aparece na lista de bens declarados à Justiça Eleitoral por Fernando Collor De Mello em 2010, quando foi candidato no Alagoas.

Collor declarou que o carro valia na época R$ 459 mil, porém tabelas de mercado indicam valor superior: R$ 600 mil. As placas são de Sorocaba, São Paulo, mas o auto é de um morador da região oeste do Paraná que não teve o nome divulgado. “Segundo ele (o dono do carro), está regularizando, comprou, mas ainda está com a documentação de SP. Somente o proprietário que aparece na documento ou uma procuração para retirar o carro do pátio”.

Para conseguir resgatar o automóvel, o dono terá que apresentar a documentação, os impostos em dia, além de pagar os encargos da estadia, R$ 20,00 por dia estacionado no pátio da PM.

Assista a reportagem completa clicando aqui.