Foto: Dan Lampariello / Reuters
Autoridades norte-americanas trabalham com a hipótese de um crime de terrorismo

O FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, informou ter “um vasto leque de suspeitos” das explosões ocorridas durante a Maratona de Boston, há dois dias. Segundo a Polícia Federal norte-americana, foram coletadas mais de 2 mil pistas no local onde ocorreram as explosões que causaram três mortes e deixaram 176 feridos.

As autoridades norte-americanas trabalham com a hipótese de um crime de terrorismo. Rick DesLauriers, agente especial do FBI, disse que as investigações são conduzidas de forma “metódica, cuidadosa, mas com sentido de urgência”. “Os cidadãos de Boston e da comunidade de Massachusetts querem e merecem respostas”, disse o agente. Além do FBI, a polícia de Boston trabalha nas investigações.

Os policiais recolheram mochilas na cor preta, nas quais possivelmente as bombas estavam escondidas, e fragmentos de materiais de panelas de pressão, que estão sendo analisados. Haverá uma segunda etapa de análise para avaliação detalhada do material coletado.

Homenagem

O governo dos Estados Unidos prepara para amanhã (18) uma homenagem às vítimas das explosões durante a Maratona de Boston. O presidente norte-americano, Barack Obama, estará presente. A cerimônia ocorrerá às 11h (10h em Brasília), na Catedral de Holy Cross, na zona do South End.

Para participar da cerimônia, Obama cancelou a visita marcada à Universidade do Kansas, onde deveria falar sobre educação. As explosões mudaram os hábitos nos Estados Unidos, reforçando as medidas de segurança e o alerta na população.