Por Luiz Henrique de Oliveira e Ricardo Vieira

sitio 2

Jovem foi morto com tiro na cabeça (Foto: Ricardo Vieira – Banda B)

O atendente de uma farmácia, localizada na Rua Cafeara, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, morreu ao correr atrás de bandidos que invadiram o estabelecimento na noite desta quinta-feira (25). Nem mesmo a proximidade com o 10° Distrito Policial (10°DP) intimidou os marginais, que roubaram e mataram o trabalhador com um tiro na cabeça.

Os três marginais deram voz de assalto. Enquanto um marginal entrou no comércio, os outros dois ficaram do lado de fora. Ele anunciou o assalto, pegou o dinheiro do caixa e saiu. O funcionário Eduardo de Souza, de 23 anos, correu atrás do bando e foi baleado com um tiro na cabeça.

“O rapaz que estava no fundo viu tudo e foi atrás dos assaltantes, talvez por não ter percebido que os bandidos estavam armados. Aqui é perto da delegacia, mas isso nem intimida mais ninguém. Fomos até lá pedir socorro e um policial falou pra gente que não podia sair dali”, lamentou uma funcionária que trabalhava com Souza e preferiu não se identificar.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba. Por se tratar de um latrocínio (roubo seguido de morte), a investigação fica a cargo da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba (DFR).