Por Elizangela Jubanski 

desaparecidos dentroCasal namorava há cerca de 2 meses e não saíam sozinhos. Foto: Reprodução/Banda B

A hipótese de sequestro para o casal de adolescentes que desapareceu na última sexta-feira (7), no bairro Cajuru, em Curitiba, foi completamente descartada pelas famílias. Testemunhas afirmaram que viram Bruno dos Santos, de 15 anos, e Larissa Guedes, de 12, andando de mãos dadas na noite do sumiço. O celular de um deles foi rastreado, no entanto, não há pistas concretas sobre o paradeiro do casal.

A mãe de Bruno, Eliane Dias, contou à Banda B na manhã desta segunda-feira (10), que o celular do filho foi rastreado pela polícia. “Deu em um endereço lá no Alto da XV. Fomos até lá, ficamos cerca de duas horas rodando, mas nada. Depois, a família da Larissa recebeu uma ligação de um rapaz chorando, bem confusa. De concreto, não temos nada. Só sabemos que eles fugiram de livre e espontânea vontade”.

Por volta das 7 horas de hoje, um passageiro do ônibus ligeirinho Bairro Novo entrou em contato com a redação da Rádio Banda B para informar que teria visto o casal. “Ele estava de pé, ela sentada, sem mochilas e aparentemente tranquilos”, disse à reportagem. Ele foi orientado a procurar a polícia e também passar esses detalhes às famílias. Os adolescentes moram com os pais no mesmo conjunto residencial na Vila Autódromo e namoram há cerca de dois meses.

O relato das famílias é parecido. O casal passou a tarde de sexta-feira (7) juntos e sumiu sábado pela manhã. Ainda de acordo com Eliane, não há motivos aparentes para os dois terem desaparecido. “Agora a gente já não sabe mais de nada. O namoro era tranquilo e aparentemente normal. Não deixávamos os dois sozinhos, quando um ia buscar, outro levava. Assim acontecia”, disse a mãe de Bruno.

O sumiço dos adolescentes está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Quem tiver mais informações pode ligar para a Polícia Militar, no 190,; ou (41) 3360-1418.