A morte de uma menina de 11 anos na noite do último sábado, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, já está sendo investigada pela Polícia Civil do município. A garota apareceu enforcada durante uma queda de luz quando brincava com amigas na casa em que morava. O pai dela, responsável pela guarda, e as outras crianças, envolvidas na situação, não conseguem entender como a fatalidade aconteceu.

Em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (4) Itamar Stragiotto, superintendente da Delegacia de Fazenda Rio Grande, falou que o caso é tratado como uma morte a ser apurada. “Fomos a casa dela e verificamos que havia uma corda como foi descrito pelas testemunhas. Houve uma queda de luz e a menina apareceu enforcada. Ela chegou a ser encaminhada à Unidade de Saúde, mas não resistiu aos ferimentos”, explicou o superintendente.

Segundo o policial, a menina não tinha problemas psicológicos. “O pai e as meninas nos contaram histórias parecidas. Ela pode de repente ter feito uma brincadeira que terminou assim. Vamos investigar e se necessário indiciar os responsáveis pela menina”, concluiu Stragiotto.