Quem estiver na capital paranaense nos próximos dias terá opções artísticas variadas para visitar nos espaços da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC). No Museu de Arte Contemporânea (MAC), o público pode ver as obras contempladas na 64ª edição do Salão Paranaense, uma das principais premiações de artes plásticas do Brasil. São trabalhos de 25 artistas brasileiros sobre temas recorrentes, como a violência em suas diversas formas, a interação entre o homem e a natureza e questões de gênero, sociais e políticas.

Além das mostras que traçam a história do Paraná: “Alma das Ruas”, “Coleção de pratarias e louças”, “Contestado: 100 anos da Batalha do Irani” e “Vladimir Kozák, o olhar de um viajante”, o Museu Paranaense ainda conta com a exposição “Modos e Modas”, em que 11 manequins femininos com trajes de gala e passeio, de banho, de trabalho e lingerie, além de sapatos e acessórios revelam as transformações que o decorrer da história provocou no vestuário.

Quem se interessar por arte cosmopolita poderá visitar a Casa Andrade Muricy (CAM). “Espaço Arte Alemanha” traz olhares de artistas com diferentes nacionalidades que escolheram o país europeu como ponto central de sua vida e de seu trabalho.

O Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece exposições que contemplam diferentes formas e períodos artísticos. Estão em cartaz as mostras “Múltiplo Leminski”, “Ione Saldanha: O tempo e a cor”, “Arte sobre papel”, “Idea Brasil – o melhor do design brasileiro em 2012”, “PR BR – Produção da imagem simbólica do Paraná na cultura visual brasileira””, “Estruturas Brincantes”, “Museu em Construção” e “Cones”.

Já o Museu Alfredo Andersen reúne três mostras. “Jardins: espaços da memória”, de Juliane Fuganti, revela a pesquisa da artista acerca dos conceitos de gravar, permeada por questões referentes à memória e hibridização de imagens. “Espelho d’água”, de Laura Miranda, explora um trajeto de viagem à região sul da Índia e o retorno ao lugar de origem, um sítio na represa Passaúna. E “A Transcendência da Matéria”, de Lavalle e Soraia Savaris, apresenta a harmonia entre a pintura e a escultura, que conversam em linguagens diferentes, porém, buscando pela transcendência da matéria.

Os ingressos para o Museu Oscar Niemeyer custam R$6 e R$3 (meia-entrada), os outros espaços culturais têm entrada gratuita.

Serviço:

Horário de funcionamento dos museus da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) durante a Páscoa:

Sexta-feira

29/03/2013 Sábado

30/03/2013 Domingo

31/03/2013

Casa Andrade Muricy 10h -16h 10h -16h 10h -16h

Museu Alfredo Andersen 10h-16h 10h-16h 10h-16h

Museu de Arte Contemporânea 10h-16h 10h-16h 10h-16h

Museu Paranaense 10h-16h 10h-16h 10h-16h

Museu Oscar Niemeyer FECHADO 10h-18h 10h- 18h

Museu do Expedicionário FECHADO 13h – 17h 13h – 17h

Centro Juvenil de Artes Plásticas FECHADO FECHADO FECHADO

Sala do Artista Popular FECHADO FECHADO FECHADO

Casa Andrade Muricy – Al. Dr. Muricy, 915. (41) 3321-4798

Museu Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336. (41) 3222-8262

Museu de Arte Contemporânea – Rua Desembargador Westphalen, 16. (41) 3323-5328

Museu do Expedicionário – Praça do Expedicionário, s/nº. (41) 3362-8231

Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999. (41) 3350-4400

Museu Paranaense – Rua Kellers, 289. (41) 3304-3300