Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

panificadora-explosaodentro

A explosão de ar quente destruiu a fachada do local. (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

Uma explosão assustou os funcionários e clientes de uma panificadora no Bigorrilho, em Curitiba, na manhã deste sábado (30). O caso aconteceu na rua Padre Anchieta, por volta das 7h.

Segundo o sargento Weber, do Corpo de Bombeiros (CB), a fritadeira da cozinha superaqueceu e começou a pegar fogo. Nesse momento, os funcionários jogaram água no local, para apagar as chamas. A mistura de óleo, fogo e água causou uma explosão de ar quente, que destruiu toda a fachada do estabelecimento.

panificadora-explosao3

(Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

“Na verdade, esse foi o equívoco de quem estava lá. Em casos como esse, em hipótese alguma pode-se jogar água diretamente no fogo. O ideal é usar uma tampa de panela de aço ou alumínio, nunca de vidro, para abafá-lo e, em seguida, chamar os bombeiros”, explicou o sargento em entrevista à Banda B.

Uma funcionária de 22 anos sofreu queimaduras leves nas mãos, mas ninguém mais ficou ferido. “O importante é ficar aqui o alerta para a população em como agir nessas situações”, completou o sargento.

Acidente

Ao receber o chamado da explosão, um tenente do CB saiu do quartel no Portão, em Curitiba, rumo à panificadora. No caminho, na Avenida Bispo Dom José, no bairro Batel, a viatura acabou colidindo contra um Golf Preto.

Segundo informações do CB, ao cruzar a rua com a sirene, o outro veículo, que seguia em alta velocidade, não conseguiu frear para a passagem da viatura e os dois carros bateram. O tenente teve ferimentos leves e foi encaminhado para o hospital.