Por Felipe Ribeiro e Flávia Barros

Jovem foi encaminhada ao Cope (Foto: Flávia Barros - Banda B)

Jovem foi encaminhada ao Cope (Foto: Flávia Barros – Banda B)

A ex-estudante de Direito Mayara Borcatti da Silva, de 21 anos, foi presa nesta quarta-feira (17) suspeita de integrar uma quadrilha conhecida por aterrorizar cidades do interior do Paraná. De acordo com o Centro de Operações Especiais Policiais (Cope), ela foi detida em um apartamento de luxo do bairro Água Verde, em Curitiba.

Reprodução Facebook

Reprodução Facebook

“É uma pena o envolvimento dela. É uma pessoa bonita, de pouca idade e que estava estudando. Desta vez a participação dela foi comprovada naqueles crimes em que as cidades do interior ficam acuadas, várias pessoas são feitas reféns e módulos policiais são alvos de disparos”, disse o delegado Rodrigo Brown.

Em setembro do ano passado, Mayara havia sito presa em flagrante por tráfico de drogas. Na ocasião, o namorado Rafael Dorneles dos Santos, de 26, vendia drogas no Bairro Alto. Segundo as investigações apuraram em 2015, ela se utilizava da boa aparência para manter as atividades criminosas.

Desta vez, Mayara foi denunciada pelo Ministério Público juntamente com outras 41 pessoas, suspeita de fazer parte dessa quadrilha que já teria agido em 29 cidades do Paraná. Ela estava foragida há dois meses.

Ela agora irá permanecer à disposição da Justiça.

Notícia Relacionada: