Do Jornal do Brasil

O grande acidente nas eleições de outubro para presidente da República tem data marcada. Neste sábado (6), a revista Veja publica o nome de três governadores que podem estar na delação premiada feita na Polícia Federal pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Todos os políticos são de estados onde a estatal tem grandes projetos em curso: Sérgio Cabral (PMDB), ex-governador do Rio, Roseana Sarney (PMDB), atual governadora do Maranhão, e Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco e ex-candidato à Presidência, morto no mês passado em acidente aéreo.

Além dos governadores, Paulo Roberto deu o nome de 12 senadores e 49 deputados federais. Os envolvidos seriam de três partidos. Segundo o ex-diretor, os políticos receberiam 3% do valor dos contratos da Petrobras na época em que ele ocupava a direção de distribuição da estatal.

Para ler a matéria completa no Jornal do Brasil clique aqui.