O ex-deputado do Paraná Luiz Fernando Ribas Carli Filho vai a julgamento popular no próximo dia 26 de março, de acordo com determinação da 2a. Vara do Júri de Curitiba, divulgada nesta terça-feira (29). Ele vai responder por duplo homicídio com dolo eventual e, se for condenado, pode pegar até vinte anos de prisão, com possibilidade de aumento de até dez anos por ter havido mais de uma vítima.

Carli Filho responde processo criminal por duplo homicídio doloso por ter no dia 7 de maio de 2009, no volante de seu veículo, embriagado, em alta velocidade e com sua carteira de habilitação suspensa, em uma rua de Curitiba, causado a morte de Gilmar Rafael Souza Yared (26) e Carlos Murilo de Souza (20). O caso tem ampla repercussão nacional.

“Depois de uma batalha judicial, ele vai a júri e estamos prontos para este julgamento divisor de águas na justiça brasileira”, declarou o advogado criminalista Elias Mattar Assad, que atua na acusação em nome da família da vítima Gilmar Rafael Souza Yared. A defesa do acusado está a cargo do advogado criminalista René Ariel Dotti.