Da Redação

O ex-BBB Laércio de Moura, que participou da edição de 2016 do programa, completa neste domingo (12) nove meses preso na Casa de Custódia de Curitiba e aguarda julgamento. Ele é acusado por estupro de vulnerável, tráfico de drogas e por fornecer produtos cujos componentes podem causar dependência física ou psíquica a crianças ou adolescentes.

Reprodução TV Globo

Em entrevista ao Jornal Extra, a mãe dele, a aposentada Regina de Moura, de 77 anos, disse que a família está esperançosa por um desfecho feliz. “Essas meninas armaram contra ele. Estão investigando a vida dele, mas ninguém achou prova alguma. Estamos aguardando, se Deus quiser tudo vai se resolver”, disse.

Laércio está detido na Casa de Custódia desde 15 de abril, quando foi detido pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima de Crime (Nucria). A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) à Justiça no dia 7 de junho. O crime teria ocorrido em 2012 quando, na época, a menina tinha 13 anos. Atualmente, com 17, ela confirmou o envolvimento com Laércio. O caso segue sendo mantido em sigilo por envolvimento de adolescente.