A greve dos funcionários do Centro Médico Comunitário do Bairro Novo (Hospital do Bairro Novo), em Curitiba, retomada na última terça-feira (22) por causa do atraso nos salários, pode acabar na próxima segunda-feira (28). A diretoria do Hospital Evangélico, responsável pela administração da unidade, informou à Banda B que a prefeitura de Curitiba depositou mais uma parcela do convênio para a oferta do atendimento na tarde desta sexta-feira. O valor do repasse não foi informado, mas a direção do Evangélico garantiu que na segunda-feira irá depositar o salario de dezembro, que está em atraso.

Já o pagamento da segunda parcela do 13º salário deve ser feito em um segundo momento, informou a direção do Evangélico. Ainda assim, a diretoria acredita que será possível negociar com os cerca de 150 funcionários em greve o retorno imediato ao trabalho. Desde a última terça-feira, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Curitiba e Região (Sindesc), diz que apenas 30% da equipe está atendendo no Hospital do Bairro Novo.

Os funcionários entraram em greve pela primeira vez no dia 9 de janeiro e no dia 15 voltaram ao trabalho. Como não houve o pagamento, eles cruzaram os braços novamente.