Da Prefeitura de Colombo

Começa neste dia 10 e vai até o próximo dia 31, o período das inscrições para quem está matriculado em instituições públicas ou particulares de Ensino Superior ou Pós-Médio e deseja ajuda de custo para se deslocar até a Instituição de Ensino que estuda. E para isso, a prefeitura oferece o Programa Passe Escolar que irá atender cerca de 200 estudantes do município.

De acordo com o administrador da Regional Maracanã, Celso Cordeiro, responsável pelo Programa Passe Escolar, o município custeia 50% da passagem do transporte coletivo para os alunos que pertencem a famílias com renda mensal de até três salários mínimos, e fazem um percurso de no mínimo 1,5 km até a unidade escolar.

“Com esta iniciativa a prefeitura irá beneficiar por meio deste programa os estudantes que realmente precisam do custeio, de um apoio para dar continuidade aos seus estudos e aos seus anseios profissionais, e isso proporcionará que estes jovens cuidem do seu futuro”, fala.

Cordeiro informa que a entrega dos documentos para análise pode ser feita junto ao departamento administrativo da Prefeitura de Colombo, na Regional Maracanã. O administrador esclarece ainda que, para quem freqüenta Instituição Privada de Ensino, o critério exige que possuam bolsa de estudo igual ou superior a 50% ou esteja inscrito no FIES – Financiamento Estudantil do Governo Federal. O cadastro dos estudantes é realizado duas vezes ao ano, nos períodos de janeiro e julho.

Relação de Documentos – Passe Escolar

Para a obtenção do passe escolar o aluno deverá cadastrar-se mediante preenchimento da ficha de inscrição abaixo, imprimir e trazer junto ao departamento da juventude com os demais documentos:

I – RG e CPF do aluno e de seus familiares, quando for o caso;

II – Declaração fornecida pela instituição de ensino comprovando a qualidade de estudante devidamente matriculado, contemporânea à data da solicitação do benefício;

III – Comprovante atualizado de residência do aluno ou do seu responsável legal, quando for o caso;

IV – Comprovante de renda atualizado do aluno ou do seu responsável legal, quando for o caso, bem como dos seus familiares. (Holerite ou carteira de trabalho)

Obs:
– No caso de trabalhador autônomo trazer declaração autenticada em cartório, constando o rendimento aproximado mensal.

– Com exceção do II, todos os demais documentos terão de ser apresentados o original em conjunto com xérox dos mesmos.

– No caso de estudante bolsista ou FIES, deve constar na declaração de matrícula a presença do mesmo, além do percentual de bolsa ou financiamento.