Por Marina Sequinel

O estudante de Comunicação Social da Universidade Federal do Paraná (UFPR) lamenta o caso de homofobia que sofreu na última sexta-feira (2) durante o show da banda Raimundos em Santa Catarina (SC). O evento fazia parte da programação dos Jogos Universitários do curso (Jucs) e aconteceu na boate The Way, em Jaraguá do Sul.

show-homofobia

Depois de serem retirados da casa, o vocalista da banda pediu que eles voltassem e subissem no palco. (Foto: Reprodução)

Segundo o aluno, que preferiu não se identificar, dois seguranças teriam repreendido o casal, após um beijo gay. “A gente estava de mãos dadas, curtindo o show e, depois, logo que tentamos nos beijar, fomos empurrados por dois seguranças, que retiraram a gente do local. Nós não entendemos o que estava acontecendo, só escutamos um ‘aqui não é lugar de fazer isso’. Foi muito humilhante”, contou o rapaz à Banda B em entrevista nesta segunda-feira (5).

Depois que foram retirados da casa, eles perguntaram aos recepcionistas o motivo pelo qual teriam sido expulsos. “A mulher simplesmente respondeu que era ordem da chefia de segurança repreender homossexuais do sexo masculino. Até porque havia um casal de lésbicas do nosso lado que não sofreu nenhuma ação desse tipo”, completou o estudante.

De acordo com ele, é importante ressaltar que, em nenhum momento, a plateia os hostilizou. “Eles foram bem acolhedores com a gente e não concordaram com a ação dos seguranças. Os diretores da casa nem sabiam o que tinha acontecido e já estavam falando que a gente tinha exagerado no beijo. Mas foi falta de respeito e homofobia”, disse.

No momento em que percebeu a confusão, Digão, vocalista da banda Raimundos, parou o show e perguntou para alguém do palco o que estava acontecendo. Ao saber do ato, se dirigiu à plateia: “a gente está em 2014, na era do amor. Tragam eles de volta. Eu quero eles aqui no palco”. Em seguida, o casal subiu na estrutura, se abraçou e se beijou na frente de todos.

A casa noturna

O sócio-diretor da casa The Way, Thiago Mattos, defendeu a ação exercida pelos seguranças em entrevista ao jornal Notícias do Dia. “A informação que chegou até mim foi a de que o casal estava se beijando de forma mais quente que o normal”, afirmou.  “O segurança pediu apenas para eles pararem, darem uma circulada”, completou.

Segundo ele, o chefe de segurança guiou o casal até o palco após o pedido do vocalista da banda Raimundos. “Ele me passou este posicionamento, de que apenas um dos seguranças tinha pedido para dar uma maneirada”, afirmou. “Não temos nenhum preconceito, mas aconteceu. Agora, não sei te dizer se o segurança exagerou ou se o casal exagerou. Apenas sei que na hora mesmo tentamos resolver e foi resolvido”, ponderou.

Assista abaixo ao vídeo que mostra o momento em que o casal sobe ao palco a pedido do vocalista da banda: