Da Redação

Reprodução Facebook

Uma estudante usou as redes sociais, nesta terça-feira (21), para denunciar a ação do ‘tarado do Inter 2’, que usa a linha para se masturbar próximo às passageiras de Curitiba.  De acordo com o relato, ela já presenciou esse mesmo homem cometendo os atos quatro vezes dentro do ligeirinho, sempre entre os terminais Campina do Siqueira e Portão.

Foto: SMCS

“Ele ta SEMPRE se masturbando e SEMPRE mexendo lá. A ultima vez que eu tinha visto esse cara, ele estava se masturbando atrás de uma moça. Chamei ela pra vir ao meu lado e ele obviamente ficou p***, mas continuou naquela. Antes de abrir a porta, perguntei ‘CE NÃO TEM VERGONHA NÃO?’ e ele continuou, mas começou a me xingar de tudo que é coisa, aí saí correndo e fui trabalhar. Hoje ele estava lá, de novo, e começou a me olhar, e mexer de novo nele, fiz uma cara de ‘algum problema?’, então começou ‘TA OLHANDO O QUE, QUANDO EU DESCER VOU TE ENCHER DE PORRADA, VOCÊ VAI VER QUANDO VOCÊ  DESCER, VOCÊ VAI VER’”, lamentou.

Desta vez, a estudante conversou com a Guarda Municipal, que relatou que este mesmo homem já havia sido denunciado por outras mulheres e que a equipe ficaria atento na região. Segundo a denúncia, ele uma sempre blusa cinza e calça larga, aparenta ter 35 anos, usa mochila preta e dá a impressão de ser usuário de drogas.

Até 2016, Curitiba tinha uma ação de combate a abusos contra mulheres denominada ‘Busão Sem Abuso’. O programa foi incorporado em 2017 à Patrulha do Transporte Coletivo. Para denunciar assédio dentro dos coletivos – tanto vítima quanto testemunhas -, a prefeitura orienta a ligar para a Guarda Municipal, por meio do 153. De acordo com a gestão municipal, a Secretaria da Defesa Social e Trânsito trabalha em parceria com a Urbs para atender essas situações.

A postagem da estudante tem o objetivo de que internautas ajudem na prisão do suspeito.