Da AEN

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) vão trabalhar em conjunto para agilizar os licenciamentos ambientais de obras viárias do programa Caminhos do Desenvolvimento – Sucroalcooleiro, que vai recuperar mais de 1.500 quilômetros de estradas municipais. Chefes regionais dos dois órgãos reuniram-se nesta quinta-feira (4), em Cascavel, para definir como melhorar a forma de protocolar os pedidos de licenciamento e autorizações ambientais.

O objetivo do encontro foi discutir a padronização de licenciamentos e autorizações ambientais, que serão pedidas para melhorias nas estradas rurais e nas construções de pontes e trincheiras. “É um programa muito importante que vai tirar um grande fluxo de caminhões das estradas do Paraná, por isso entendemos que essas melhorias previstas são de interesse social”, explicou o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

Programa

O programa é uma parceria da Secretaria estadual de Infraestrutura e Logística, por meio do Departamento de Estrada e Rodagem (DER), com a Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná (Alcoolpar) e municípios. Serão investidos R$ 168 milhões na recuperação de 1500 quilômetros de estradas rurais, na construção de 151 pontes e 49 trincheiras, além da aquisição de 3 balsas. O programa vai atender 75 municípios, beneficiando mais um milhão de paranaenses.

Na reunião foram discutidos procedimentos que o órgão ambiental deverá adotar para padronizar e dar agilidade para as obras consideradas de interesse social. “A diretoria irá fazer uma orientação técnica para a padronização de condicionantes e estudos que deverão ser solicitados para os licenciamentos ambientais necessários”, afirmou o diretor de Controle e Recursos Ambientais do IAP, Paulo Barros.

Além do presidente do IAP e do diretor do órgão, participaram da reunião os chefes regionais do órgão de Cascavel, Cornélio Procópio, Campo Mourão, Cianorte, Maringá, Umuarama, Jacarezinho e Paranavaí, além dos engenheiros da assessoria ambiental do DER, Marco Ziliotto e Janine Vrubel.