As possibilidades de trabalho conjunto, especialmente na formação e capacitação de trabalhadores, foram discutidas nesta terça-feira (23) pelo secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, e a direção da Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio). Ao elogiar a Lei de Inovação como “um grande passo” do governo estadual, o presidente do Sistema Fecomércio, Darci Piana, disse que o setor que representa precisa dar um salto muito grande com relação à tecnologia.

De acordo com o secretário Alípio Leal, o Estado trabalha para reunir o potencial de todos os setores da sociedade para garantir a construção de um ambiente propício à inovação no Paraná, capaz de fortalecer a economia e criar novos arranjos produtivos para que o desenvolvimento chegue a todos os municípios paranaenses. “Apenas a lei não resolve”, disse, “é preciso um conjunto de ações para incentivar a inovação de forma concreta”.

“O governo reconhece a qualidade da formação de mão de obra proporcionada pelo Sistema Fecomércio”, comentou o secretário. A federação representa 59 sindicatos empresariais do comércio de bens, serviços e turismo e coordena a atuação do Sesc e do Senac. São 478 mil empresas ativas no Paraná que proporcionam cerca de 1,7 milhão de empregos.

Também participaram da reunião os diretores Eduardo Gabardo, Dieter Lengning, Paikan Salomon, Rui Lemes e Emerson Jabur; o assessor do Senac, Edson Guariza, e o coordenador do Núcleo de Comunicação e Marketing, César Luiz Gonçalves.