A Estação Tubo Maria Clara, no bairro Alto da Glória, será desativada nos dois sentidos, na próxima quinta-feira (25), para obras de implantação do Ligeirão Norte, e deve ser recolocada dentro de 90 dias. Em função das obras, os biarticulados Santa Cândida/Capão Raso vão trafegar por fora da canaleta, pela pista lenta, no trecho entre a Travessa Itália e a Rua Mauá. As opções mais próximas para os usuários da Estação Maria Clara são as estações Constantino Marochi e Passeio Público.

As obras incluem reforma e revitalização da estação tubo e abertura de uma faixa de ultrapassagem de biarticulados, com pavimentação, concretagem e implantação das bases das estações que ficarão desalinhadas (os tubos de ida e volta deixam de ficar frente a frente), abrindo espaço para passagem de um ônibus mesmo quando outro estiver parado na estação.

Além da Maria Clara, as estações Antonio Lago e Joaquim Nabuco, também no eixo norte, estão passando por reformas. A previsão é que estas duas estações, que foram desativadas no final de março, fiquem prontas e entrem em funcionamento até o final de junho. O eixo norte é formado pelas avenidas Paraná e João Gualberto e rua Presidente Faria.

A desativação e reforma das estações é feita de forma gradativa e alternada. As próximas estações a serem desativadas neste eixo para as obras do Ligeirão serão a Gago Coutinho, no bairro Boa Vista, e Moysés Marcondes, no Juvevê. Já foram reformadas e voltaram a funcionar em março as estações Bom Jesus, Holanda, Constantino Marochi e Fernando de Noronha.

Na outra ponta do trajeto do Ligeirão – a Avenida Sete de Setembro – estão desativadas as estações Coronel Dulcídio e Alferes Poli, com previsão de retorno até o fim de maio.