Da Redação com SMCS

A Escola Municipal Professora América da Costa Sabóia, na Vila Verde, em Curitiba, vai sediar a estreia da Festa Literária das Periferias (Flupp Brasil). O evento tem como principal objetivo levar o debate sobre grandes pensadores do país para comunidades e áreas de vulnerabilidade social. O Flupp acontece nos dias 25 e 26 de abril, das 8h30 até as 17h.

flupp-brasil

(Foto: Divulgação)

De acordo com a secretária municipal de educação, Roberlayne Borges Roballo, o festival contribui para formar um espaço de conhecimento e aprendizagem na capital. “Receber a primeira edição da Flupp em uma escola da nossa rede de ensino é uma grande honra”, destacou ela em entrevista à Banda B na tarde desta quarta-feira (16).

O evento vai reunir na capital autores brasileiros e estrangeiros para debater sobra quatro escritores que refletiram sobre o país: Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Hollanda, Mário de Andrade e Darcy Ribeiro. A participação é gratuita com inscrição (até a véspera do evento) pelo site www.flupp.net.br.

O evento substitui o chamado “Flupp Pensa”, realizado em comunidades pacificadas do Rio de Janeiro, nos anos de 2012 e 2013. Neste ano, em função da realização da Copa do Mundo no Brasil, os organizadores optaram por ampliar o festival, promovendo edições em quatro das 12 cidades sedes do mundial.

Em Curitiba, o apoio para o festival literário é da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Educação e Fundação Cultural. Além da capital paranaense (escolhida para sediar a abertura da edição de 2014), o evento Brasil acontecerá em Salvador, São Paulo e no Rio de Janeiro, onde a programação será fechada, nos dias 6 e 7 de junho, no Complexo do Alemão.

“A Flupp vai incentivar diferentes comunidades a dialogar a partir de importantes pensadores brasileiros. Isso é muito importante para a educação”, completou Roberlayne. O bate-papo deve contar com a participação de Cristovão Tezza, José Castello, Luci Collin e Rogério Pereira, que discutirão com o iraniano Mohsen Emadi, o sul-coreano Kim Young-há, o mexicano Juan Pablo Villalobos e o argelino Abdelkader Djemaï.

Livro

Assim como o evento carioca, que lançou quatro livros e 84 novos autores selecionados a partir de oficinas promovidas em comunidades, o evento em Curitiba também reunirá material para uma publicação. Após o encerramento dos eventos nas quatro cidades, os participantes da Flupp Brasil enviarão textos, poemas e narrativas curtas, que serão analisados por curadores e selecionados para o livro, com lançamento previsto para agosto deste ano.
Ao todo, serão escolhidos dez textos escritos por dez autores de cada uma das cidades sede, em um total de 40.

A Flupp Brasil é apresentada pelo BNDES e realizada pela Associação Cultural de Estudos Contemporâneos (ACEC). Em Curitiba, recebe o apoio da Secretaria Municipal de Educação, do ICORN (International Cities of Refuge Network), da Biblioteca Pública do Paraná, do Jornal Rascunho, da Maison de France e do Rause Café.

Confira a programação completa:

Dia 25 de abril

8h30 à 10h – Mesa: Cristovão Tezza e Mohsen Emadi (Irã)
10h30 às 11h30 – Palestra: Yolanda Linda Lobo fala sobre Darcy Ribeiro
14h às 15h – Palestra: Marcos Alvito fala sobre Gilberto Freyre
15h30 às 17h – Mesa: José Castello e Kim Young-há (Coréia do Sul)

Dia 26 de abril

9h às 10h30 – Mesa: Luci Collin e Juan Pablo Villalobos (México)
11h às 12h – Palestra: Eduardo Jardim fala sobre Mario de Andrade
14h às 15h – Palestra: Bernardo Buarque de Holanda fala sobre Sérgio Buarque de Holanda
15h30 às 17h – Mesa: Rogério Pereira e Abdelkader Djemai (Argélia)

Flupp Brasil em Curitiba
Local: Teatro Peça por Peça, junto à Escola Municipal América da Costa Sabóia – Vila Verde (Rua Emílio Romani, 316 – Cidade Industrial)
Datas: Dias 25 e 26 de abril
Inscrições: pelo site www.flupp.net.br até a véspera do evento
Entrada franca