O Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) promove nesta terça-feira (9) dois eventos na ExpoLondrina 2013, no no Parque de Exposições Ney Braga. O 6.º Encontro de Mulheres Rurais orienta as participantes sobre organização da produção e comercialização em grupo, e o 12.º Seminário Estadual de Aquicultura aprimora as técnicas de criação de peixes ornamentais e para consumo.

O 6.º Encontro de Mulheres Rurais começa às 9h e segue até as 12h30, no Recinto José Garcia Molina, no Parque de Exposições Ney Braga, com 580 participantes, lotação máxima do recinto. As inscrições estão encerradas. O seminário sobre aquicultura será aberto pelo ministro da Pesca e Aquicultura, da Marcelo Crivella, às 12h30, no Auditório Milton Alcover. O encontro também exibe a oportunidade para aqueles que procuram novas ideias de investimento no ramo rural.

Organizado pelas assistentes sociais do Emater, Genny Seifert Santos e Rosângela Arimateas Caldas, o encontro das mulheres rurais estimula a participação na gestão das atividades da propriedade. “O Emater procura incentivar as mulheres do campo a buscarem alternativas de geração de renda para as famílias”, diz Genny. Produtoras rurais irão palestrar e compartilhar suas experiências. “Nosso enfoque é estimular a produção das mulheres no campo, com informação e da capacitação”, completa Rosângela.

A agricultora Maria Helene, produtora de pamonha na região de Londrina, com planejamento e empreendedorismo, conquistou mercado e hoje não dá conta de atender a alta procura do produto.

A programação inclui palestras e minicursos sobre adequação ambiental da propriedade rural. Evalton Turci, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Paraná (Fetaep), será um dos palestrantes e abordará o “Sindicalismo Rural”. Para finalizar o encontro, está programada a apresentação de uma peça de teatro que tratará, de forma descontraída, problemas de saúde como o câncer de mama, de pele e de próstata.

PEIXES – Na lista dos palestrantes do Seminário Estadual de Aquicultura está o médico veterinário chileno Mário Carcano, que apresentará os métodos de aquicultura de seu país. Além dele, Taciano Freire, engenheiro de pesca do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), falará sobre a interferência da qualidade da água na criação de peixes em cativeiro.

O Emater matém a aquicultura presente na Exposição Agropecuária de Londrina há 18 anos. “A atividade não engloba apenas a criação de peixes, mas também de outros animais marinhos ou cultivo de organismos vegetais”, explica o engenheiro de pesca Luiz Eduardo de Sá Barreto.

Para o encerramento do evento técnico e com o objetivo de demonstrar as possibilidades culinárias da aquicultura paranaense, será servido aos participantes um almoço com vários tipos de peixes criados na região. Entre os destaques, costelinhas de pacu e cebiche de tilápia, que é um prato típico do Chile.