Da Redação

Em vídeo postado nas redes sociais, o vice-presidente de operações da Gol, Sérgio Quito, pediu desculpas pelo erro da empresa que fez uma criança embarcar erroneamente do Rio de Janeiro para Curitiba. O destino do menino de seis anos era Vitória, no Espírito Santo, onde comemoraria o aniversário do pai. O pedido de desculpas foi postado neste domingo (4), no Facebook.

filho

Foto: Reprodução

Pai do menino, o professor Wanderson Romão acusou a companhia aérea de ter ‘extraviado’ o filho. Ele afirma ter comprado passagem com trajeto Rio de Janeiro até Vitória, com taxa extra para que o menor fosse acompanhado durante o trajeto. Romão fez o relato em sua página do Facebook e informou que seguiu toda a orientação da Gol para a viagem do menor.

“Meu filho está bem! Já está em casa, com a mãe. Mas eu continuo aqui em Vitória, sem montar minha árvore de natal, sem irmos ao Papai Noel e sem vê-lo sorrir, feliz e junto com os priminhos. Aliás, qual o pai que não quer o filho do lado no dia do seu aniversário? Ele não vê a família do pai a mais de um ano, pois estava fora do país. Ele me ligou e disse que não podia passar o aniversário comigo, mas que iria comprar um presente (uma camisa do Flamengo) e me perguntou: como iremos montar a árvore de natal? Disse a ele que quando ele voltar! Nunca vi um ser humano, tão inocente, puro, ser tratado com tanto desprezo, despreparo, irracionalidade, como uma espécie de uma mala, que simplesmente foi extraviada”, disse no Facebook.

O documento judicial permitia a viagem do menino apenas para o Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória.

No vídeo de desculpas, Quito disse que a empresa se dispôs a todo tipo de assistência que estiver dentro do alcance. “Eu também gostaria de enfatizar que estamos muito desapontados, todos nós da Gol, e eu, além de vice-presidente de operações, como pai e avô. Mais uma vez, pedimos desculpas por esse ocorrido”, disse.

Assista ao vídeo no player abaixo:

Vídeo de esclarecimento sobre caso do menor desacompanhado. Em nome de toda GOL, nosso Vice-Presidente de Operações, Sérgio Quito comenta o caso. A Companhia ressalta que medidas estão sendo tomadas para que eventos como este não voltem a acontecer.

Publicado por GOL Linhas Aéreas Inteligentes em Domingo, 4 de dezembro de 2016