Por Caio Porthus

Seis pontos abaixo do quarto colocado. O Atlético ainda sonha com voltar a brigar por uma das vagas na Libertadores da América de 2015, mas para isto precisa voltar as vitórias. O Furacão viajou para enfrentar o Sport e o Santos, e acabou retornando para Curitiba com apenas um ponto, o que fez com que os primeiros colocados abrissem uma vantagem maior do que o esperado. Neste domingo (24) o Furacão recebe o Bahia, atual 19º colocado, na Arena da Baixada, às 18h30. Este jogo marca a última partida da punição que o Rubro-Negro encarou durante o início deste Campeonato Brasileiro.

Para subir na tabela, Furacão encara o Bahia na Arena da Baixada (Foto: Divulgação/CAP)

Para subir na tabela, Furacão encara o Bahia na Arena da Baixada (Foto: Divulgação/CAP)

A vantagem do Atlético na atual situação é que, a partir de agora, enfrentará três adversários que estão na metade de baixo da tabela. Após o Bahia, o Furacão enfrentará o Palmeiras e depois o Goiás, que vêm de seguidas derrotas. Dos atuais dez primeiros colocados, o Atlético venceu apenas o Grêmio, por 1 a 0, na primeira rodada da competição nacional. Nas outras partidas contra os melhores colocados do campeonato, foram cinco derrotas (Cruzeiro, Inter, Fluminense, Galo e Santos)  e três empates (Corinthians, São Paulo e Sport). Agora o Furacão terá que ter um bom aproveitamento contra os últimos colocados caso pretenda brigar pelas primeiras colocações.

O Furacão terá apenas uma mudança contra o Bahia. O zagueiro Cléberson volta de suspensão, e entra no lugar de Léo Pereira, que recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Santos. O atacante Douglas Coutinho, artilheiro do clube no Brasileirão com sete gols, continuará  no banco de reservas, servindo de opção ao técnico Doriva caso ele queira no decorrer da partida.

Lanterna à vista

O Bahia está na zona de rebaixamento desde a 12ª rodada e agora, com uma derrota ou até mesmo um empate contra o Atlético, e dependendo do resultado da partida de seu rival Vitória-BA, poderá até mesmo amargar a última posição do Campeonato Brasileiro. Gilson Kleina está há pouco mais de uma semana no comando do clube, e percebeu que terá muito trabalho após o empate por 0 a 0 em casa contra o Criciúma, na última quarta-feira (20).

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO X BAHIA

Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães (Arena da Baixada), Curitiba (PR).
Data: 24 de agosto de 2014.
Horário: 18h30.

Atlético: Weverton; Sueliton, Dráusio, Cleberson e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo.
Técnico: Doriva.

Bahia: Marcelo Lomba; Railan (Roniery), Titi, Demerson e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel Biancucchi; Maxi e Kieza.
Técnico: Gilson Kleina.