Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

Protesto neste início de manhã em Fazenda Rio Grande (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

Uma manifestação pacífica contra ‘tudo’, em uma rua ao lado do terminal de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, causou atraso na saída de ônibus e dificuldade no acesso à BR-116, no início da manhã desta sexta-feira (10). Para os moradores, as principais áreas precárias da cidade são segurança e saúde.

Valdemir da Silva, um dos participantes do manifesto, falou à Banda B sobre a intenção do protesto. “Fazenda está abandonada. Queremos reclamar principalmente da falta de Segurança e Saúde, que são os dois pontos mais essenciais. A gente liga e não consegue marcar consulta e a segurança está complicada, parece que não temos policiais”, lamentou.

Já Osvaldo Moraes fez críticas ao não cumprimento de promessas de campanha. “O atual prefeito participou de comícios, fez um monte de promessa, mas até agora não cumpriu nada. Em 30 dias, três bancos arrombados e dezenas de ônibus assaltados”, reclamou.

O manifesto terminou por volta das 7h30 na região do terminal, com o grupo se deslocando até a sede da prefeitura municipal. Vários ônibus atrasaram a saída por conta do bloqueio da via.

Outro lado

A Prefeitura de Fazenda Rio Grande enviou nota sobre a manifestação:

A Prefeitura de Fazenda Rio Grande não tem medido esforços para atender todas as demandas do município. No caso do transporte coletivo, porém, os valores determinados para as tarifas são de responsabilidade da Comec e fogem da alçada da administração municipal. No ano passado, a Prefeitura interveio junto à Comec, inclusive, e conseguiu reverter o final de uma linha de integração que seria extinta pela entidade e traria sérios prejuízos aos usuários que utilizam o transporte integrado.

Em relação à Saúde, especificamente, esclarecemos que mensalmente a administração aplica muito mais recursos do que o mínimo exigido pela Lei. Além disso, preocupada com o crescimento da cidade, a Prefeitura está lançando um Edital de Concurso Público para a contratação de médicos para unidades de saúde e também plantonistas.

A Prefeitura também ressalta que estão sendo realizados investimentos na área da Segurança. Recentemente chegaram 25 novos policiais militares que reforçaram o efetivo já existente no município, além de novas viaturas, como resultado de reivindicações junto ao governo estadual.

Desde o ano passado, a Prefeitura também lançou novos programas voltados para patrulhamento nas escolas, na área rural e no comércio. Além disso, foram realizadas pela Guarda Municipal mais de 26 mil ações de abordagens que resultaram em prisões e recuperação de veículos furtados.

Semanalmente a Guarda Municipal, juntamente com as polícias Militar e Civil têm realizado operações na área de segurança.