Redação com Rádio Cultura de Foz

Funcionários do lado brasileiro da Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, decidiram em assembleia na tarde desta quarta-feira (28) suspender a greve que começou no dia 16 de setembro.

itaipu1

Entrada de Itaipu foi bloqueada na greve – Foto: Rádio Cultura de Foz

O jornalismo da Rádio Cultura entrevistou o Diretor Administrativo do Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu (Sinefi), Paulo Henrique G. Zuchoski, que confirmou o fim da greve que durou quase duas semanas.

Segundo Paulo, a justiça é quem determinará os próximos passos. “Não houve competência de ambos os lados, Sindicato e Itaipu, para negociar uma saída desta situação. Por isso, agora, esta nas mãos do judiciário”.

Eletricitários de Foz do Iguaçu, engenheiros e administradores exigiam a equiparação dos salários entre os funcionários paraguaios e brasileiros. Os trabalhadores fecharam o portão de acesso à usina, impedindo que trabalhadores entrem para trabalhar. Estudantes e funcionários do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) também foram impedidos de passar a barreira.

O Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu (Sinefi) pede que “o topo da nova tabela salarial ME (Margem Esquerda) seja o equivalente ao nível 75C da tabela atual (R$26.306,04).

Para ver a reportagem completa da Rádio Cultura, clique aqui