Por Luiz Henrique de Oliveira

Um aquecimento nas águas do Oceano Pacifíco nos últimos meses, 5°C acima do normal, deixa os meteorologistas em alerta para a volta do evento El Niño na Região Sul do país. A Banda B buscou a informação após uma postagem no Portal MetSul, tradicional instituto meteorológico gaúcho, e confirmou isso com o Instituto Tecnológico Simepar.

O fenômeno meteorológico pode mudar a previsão inicial de um inverno com frio intenso no Paraná e praticamente descartar a possibilidade de uma nova neve em Curitiba, como aconteceu no ano passado.

temporais-200913-bandab

Chuva será a tendência no inverno curitibano (Foto: Banda B)

“A tendência é de que tenhamos temperaturas mais elevadas neste ano em comparação ao ano passado, se isso se confirmar. Além disso, a umidade será alta e deve chover bastante, com isso começando principalmente nos últimos dias do inverno, devido ao suposto El Niño”, afirmou à Banda B o meteorologista Reinaldo Olmar Kneib, do Simepar.

“O fenômeno começa no processo de aquecimento de água, que altera a circulação dos ventos e traz a umidade ao Sul do país. O inverno é um período seco, mas com a ação deste fenômeno isso muda e as temperaturas sobem mais, diferente do ano passado”, completou.

O inverno começa oficialmente no Brasil no dia 21 de junho. A possível volta do El Niño pode pesar no bolso dos consumidores, devido à previsão de chuvas que afetam principalmente a produção de alimentos. No campo, muita chuva poderia atrapalhar a colheita de trigo, devido ao aparecimento de fungos.