Da Redação

A manifestação contra o aumento da passagem na noite desta segunda-feira (6) no Centro de Curitiba teve atos de vandalismo contra agências bancárias e também estações-tubo. Na Praça Carlos Gomes, uma cobradora foi espancada e precisou ser socorrida, com ferimentos moderadores, pelo Siate do Corpo de Bombeiros.

Por meio de nota, a URBS (Urbanização de Curitiba) lamentou os atos de vandalismo:

Na Praça Carlos Gomes uma cobradora que trabalhava no momento do protesto chegou a ser agredida por manifestantes e recebeu atendimento do SIATE. Hoje, a estação está funcionando parcialmente. Os leitores de cartão transporte foram quebrados e terão de ser trocados e os ônibus pichados recolhidos das ruas. A URBS entende e aceita o valor democrático das manifestações, mas considera vandalismo o que aconteceu ontem.

Para cessar os vandalismos, a Polícia Militar (PM) agiu e entrou em confronto com os manifestantes. Onze pessoas foram presas.

Assista no vídeo abaixo:

Notícia Relacionada: